sábado, 25 de dezembro de 2021

"Não iremos exigir prescrição médica" diz Gustavo Adolfo sobre vacina para crianças


Recentemente, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), aprovou a indicação da vacina Comirnaty para imunização contra Covid-19 em crianças de 5 a 11 anos de idade. A aprovação permite o início do uso da vacina no Brasil para esta faixa etária.

A autorização veio após uma análise técnica criteriosa de dados e estudos clínicos conduzidos pelo laboratório. Segundo a equipe técnica da Agência, as informações avaliadas indicam que a vacina é segura e eficaz para o público infantil, conforme solicitado pela Pfizer e autorizado pela Anvisa.

Após abrir uma consulta pública para avaliar se autoriza a vacinação infantil contra a covid-19 no País, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse na quinta-feira, 23, que o governo federal vai vacinar crianças de 5 a 11 anos, mas deve requisitar prescrição médica e a assinatura de um termo de consentimento pelos pais.

Em Bonito, o prefeito Gustavo Adolfo usou as redes sociais para falar que não irá exigir prescrição médica para vacinar as crianças no município. Segundo ele, "uma vacina aprovada pela Anvisa, com certeza é uma vacina segura". Gustavo segue o pensamento do governador Paulo Câmara que também já mostrou confiança na Anvisa, o que descarta, segundo ele, a exigência da prescrição médica. 

Veja a publicação do prefeito Gustavo Adolfo logo abaixo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para acessar postagens mais antigas clique aqui

Para acessar postagens mais antigas clique aqui