Publicidade



sábado, 30 de março de 2019

Câmara aprova título de Cidadão Bonitense para Maurício Ramalho

A Câmara de vereadores do Bonito,  aprovou por unanimidade pelos pares presentes na casa, Projeto de Lei que concede o título de Cidadão Bonitense ao cantor Maurício Ramalho. A proposta foi indicada pelo vereador Dr. Edmilson Henauth.

Mostrando um amor enorme pela terra que o adotou, Maurício logo se tornou um cidadão ilustre, levando aos qua toe cantos o nome da cidade.

Para o vereador Dr. Edmilson, autor da indicação, é de suma importância esse reconhecimento ao "Cidadão Bonitense" Maurício Ramalho, pelo a relevantes serviços prestados por ele, seja na área cultural ou social.

MAURICIO RAMALHO

Maurício Ferreira da Silva (Maurício Ramalho) Nascido na cidade de Cachoeirinha-PE, em 25 de março de 1973, teve uma infância bem complicada.

Filho dos lavradores Maria do Socorro da Silva e Mário Ferreira de Oliveira, casado com Andreza Carla Souza Santos, e pai de quatro filhos: Arthur Miguel, Mariana Júlia, Kássia Regina e Lucas Kenzo.

Com os estudos incompletos, parando na antiga sexta série, começou a cantar aos 13 anos de idade em uma banda de forró pé de serra em 1987, a Banda do Batom, na Vila do Espírito Santo, em São Bento do Una-PE.

Em 23 de Novembro de 1988, chegava a Bonito para integrar-se na Banda Sol Nascente atendendo ao convite do proprietário Antônio Barbosa. No ano seguinte, a banda sofreu um acidente na Serra das Russas. Apesar de todos os integrantes terem sobrevivido, ainda assim se desfez naquele momento dando origem a outra banda, a Banda Brilho do Sol, de propriedade do Sr. Zuquinha.

Todo o período do cantor como vocalista das bandas citadas durou até o ano de 2002. Daí para frente, assumiu a carreira solo e adotou o nome de Maurício Ramalho, cantando em barzinhos, casamentos, aniversários, etc.

Em junho do mesmo ano, montou sua própria banda e deu nome de Forró Pesado, que, logo depois, passou a se chamar de Forró Danado de Bom, ficando então Maurício Ramalho & Forró Danado de Bom.

Defensor do forró tradicional, começou a gravar no ano de 2005. Até o ano de 2018 contabilizou 10 CD’s gravados e, em 19 de março deste ano, 2019, lançou o de número 11, com participações de Jorge de Altinho e Geraldinho Lins.

Em todos os CD’s de forró foram gravadas músicas de compositores como: Juarez Santiago, Onildo Almeida, Humberto Bonny, Rogério Rangel, Paulinho Leite, Petrúcio Amorim, Geraldinho Lins, Edinaldo Silva de Bonito, Isaias de Bonito, Genildo Melo de Bonito, Nilson Viana de Bonito, entre outros.

Requisitado para cantar em alguns estados do Nordeste, nos últimos meses representou Bonito no estado de São Paulo, nas festividades carnavalescas e juninas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para acessar postagens mais antigas clique aqui

Para acessar postagens mais antigas clique aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...