Publicidade


sexta-feira, 26 de outubro de 2018

TJD-PE aceita denúncia e futuro do Decisão Bonito será decidido na terça (30)

O Tribunal de Justiça de Desportiva de Pernambuco (TJD-PE) marcou para a próxima terça-feira o julgamento da denúncia do Decisão contra o Petrolina. A equipe alega que o time do Sertão escalou o zagueiro Alemão de forma irregular na Série A2 do Campeonato Pernambucano.

Caso seja comprovada a irregularidade, o Decisão deve ficar com a vaga na final da competição, que hoje pertence ao Petrolina. Segundo a diretoria do time de Bonito, Alemão foi expulso na partida entre América-PE e Santa Cruz, no dia 12 de agosto, pelo Pernambucano sub-20. A denúncia diz que o jogador não cumpriu a suspensão e a partida seguinte que disputou já foi na Série A2.

O Petrolina nega a irregularidade e segue se preparando para a final. As equipes se enfrentaram na semifinal, com vitória dos sertanejos na ida por 4 a 2 e empate no jogo de volta por 1 a 1.

Entenda o Caso: O Decisão protocolou na tarde de segunda (22), uma denúncia contra a equipe do Petrolina pela escalação irregular do atleta Alemão, por parte da Fera Sertaneja. No dia 12 de agosto, em partida válida pelo penúltima rodada da primeira fase Pernambucano Sub-20 entre Santa Cruz e América, Alemão foi expulso de jogo, e pelo regulamento teria que cumprir suspensão automática na partida seguinte, diante do Vera Cruz, esse jogo seria realizado dia 18 de agosto. É aí que começa o processo. Nesse intervalo de tempo entre 12 e 18 de agosto, Alemão foi contratado pelo Petrolina para a disputa da Série A2.

O atleta teve seu nome divulgado no BID como jogador do Petrolina no dia 24 de agosto, mas com um detalhe: seu contrato com a Fera entrou em vigor no dia 17 de agosto. É justamente neste ponto que o Decisão baseia sua denúncia, no dia 26, Alemão entrou em campo contra o 1º de Maio na abertura da primeira rodada do Grupo A da Série A2, segundo a equipe de Bonito, Alemão deveria ter cumprido a suspensão automática conforme o regulamento diz, pois em 18 de agosto, data que Alemão deveria ter cumprido a suspensão automática, ele já não era mais atleta do América e sim do Petrolina, o que caracteriza a irregularidade.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para acessar postagens mais antigas clique aqui

Para acessar postagens mais antigas clique aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...