Publicidade


sexta-feira, 2 de março de 2018

Estudo para viabilização de instalação de energia Eólica é solicitada pelo vereador Pedro do Rodeador

Reprodução/Internet
O vereador Pedro do Rodeador (SD), apresentou requerimento na última reunião ordinária na Casa Leônidas Vila Nova, solicitando ao poder executivo municipal um estudo de viabilidade para possível instalação de usina geradora de energia Eólica. 

Segundo Pedro, Bonito tem uma grande potencial para desenvolvimento dessa tecnologia que vem numa crescente grande no País. Áreas publicas e privadas nas regiões da Colônia, Guaretama, Água Vermelha, Serra dos Ventos e Rodeadouro poderiam ser exploradas para a geração desse tipo de energia.

O vereador usou exemplos como municípios de Gravatá, Buíque, Capoeiras e Caetés que hoje são exploradas por empresas do ramo. Ainda segundo Pedro, investimentos na área traria geração de renda e emprego para os bonitenses, além de gerar impostos para o município. O requerimento foi aprovado por unanimidade.

Energia Eólica

Energia eólica é a transformação da energia do vento em energia útil, tal como na utilização de aerogeradores para produzir eletricidade, moinhos de vento para produzir energia mecânica ou velas para impulsionar veleiros. A energia eólica, enquanto alternativa aos combustíveis fósseis, é renovável, está permanentemente disponível, pode ser produzida em qualquer região, é limpa, não produz gases de efeito de estufa durante a produção e requer menos terreno. O impacto ambiental é geralmente menos problemático do que o de outras fontes de energia.

Os parques eólicos são conjuntos de centenas de aerogeradores individuais ligados a uma rede de transmissão de energia elétrica. Os parques eólicos de pequena dimensão são usados na produção de energia em áreas isoladas. As companhias de produção elétrica cada vez mais compram o excedente elétrico produzido por aerogeradores domésticos.[2] Existem também parques eólicos ao largo da costa, uma vez que a força do vento é superior e mais estável que em terra e o conjunto tem menor impacto visual, embora o custo de manutenção seja bastante superior.

Em 2010, a produção de energia eólica era responsável por mais de 2,5% da eletricidade consumida à escala global, apresentando taxas de crescimento na ordem dos 25% por ano. A energia eólica faz parte da infraestrutura elétrica em mais de oitenta países. Em alguns países, como a Dinamarca, representa mais de um quarto da produção de energia.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para acessar postagens mais antigas clique aqui

Para acessar postagens mais antigas clique aqui
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...