Publicidade


domingo, 15 de outubro de 2017

Depressão Infantil - Por Bruna Batista Santos

Reprodução/Internet


De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde) o índice de crianças entre 6 e 12 anos diagnosticada com a doença saltou de 4;5% para 8% na última década. A depressão infantil pode ser sinalizada a partir de: crises de choro, agressividade, ansiedade, medo, baixa autoestima, alterações na alimentação, oscilações de humor, dificuldades na escola, abandono das atividades, queixas de dores físicas, perda de interesse, insônia, pesadelos constantes ou sonolência profunda e excessiva.

As causas são amplas e diversas. É importante que os pais fiquem atentos ao comportamento, discurso e as queixas da criança, bem como, uma possível demonstração de dependência em manter alguém que lhe passe confiança por perto, existe uma grande dificuldade para a criança em nomear suas próprias emoções e sentimentos. Por isso, a criança tende a somatizar o sofrimento e queixar-se de problemas físicos, por serem mais fáceis de se expressar, do que um adoecimento de caráter emocional.

“Toda criança que brinca se comporta como um poeta, pois cria um mundo próprio, inserindo as coisas de seu mundo numa nova ordem que te agrada” - Winnicott 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para acessar postagens mais antigas clique aqui

Para acessar postagens mais antigas clique aqui

6 anos levando a notícia com responsabilidade.

6 anos levando a notícia com responsabilidade.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...