Publicidade


quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Moradora do Recife procura por parentes em Bonito e Barra de Guabiraba

Matéria foi publicada no Sertão pelo blog Ouricuri em Foco.

O Editor do Blog Ouricuri em Foco, Elismar Rodrigues, da cidade de Ouricuri, Sertão pernambucano, entrou em contato com a nossa redação para nos passar a história de uma moradora do Recife que procura por parentes em Bonito e Barra de Guabiraba. Acompanhe abaixo a história de Aglany Almeida e veja se você tem alguma notícia sobre esses parentes que a mesma procura.

Aglany Almeida atualmente
"Meu nome é Aglany Almeida, nascida em Recife. Sou casada e tenho duas filhas com 16 e 19 anos. Cresci numa família na qual não tive contato com avós, primos, tios. Quando eu estava com 15 anos meus pais se separaram. Eu, minhas três irmãs, e meu irmão, então com 11 anos, crescemos sem contato com qualquer outro membro familiar, exceto, minha mãe . Está, por viver em conflitos familiares, não tinha com estes, qualquer contato.

Sempre senti falta de uma família. Sonhava em ter uma família grande e numerosa. O tempo passou, casei, tive filhas, restabeleci minha relação com o meu pai, do qual ficamos anos sem contato. Ele casou novamente e assim ganhei dois novos irmãos. Mas sentia falta de primos e primas, tias e tios, avós. Só a cinco anos atrás, soube que meu pai não era filho biológico dos avós que vi apenas duas vezes na minha vida. Ele era filho único. Tentei conversar com ele sobre o fato e ele me proibiu de tocar no assunto.

Só agora, três anos e meio após sua partida para o plano espiritual, soube através da sua atual esposa pequenas informações das suas origens. São poucas as informações que tenho. Sei que, segundo seu RN ele nasceu em 13.06.1943, em Bonito, (infelizmente naquela época, não se pode afirmar com exatidão se é está a verdadeira data do seu nascimento).

Ainda segundo ela, seu nome era Bartolomeu e foi entregue a um casal quando estava por volta dos três anos de idade. Pelo que ele contou a ela, seus pais biológicos entregaram outros filhos para adoção. Ainda segundo esta informação, o mesmo teria mais oito ou nove irmãos. Segundo ela, ele nunca soube dizer se todos fora entregue a outras famílias ou apenas ele é uma irmã que ela chegou a conhecer, hoje já falecida, chamada Maria da Penha.

Segundo ele, moradores de Barra de Guabiraba. No registro do meu pai consta como pai (adotivo) Amaro Bibiano de Almeida e Alice Bibiana de Almeida. Os pais de Amaro: Idalina Maria da Conceição e Antônio Bibiano de Almeida e os pais de Alice, Antônia Maria da Conceição e José Augustinho Leandro. 

Obrigada!

Aglany Almeida Contato: 81 998031328 (TIM) 81 986818343 (OI) Abaixo fotos de meu pai ainda jovem e as últimas. Imagino que alguns moradores mais antigos, de Barra de Guabiraba ou mesmo de Bonito possa conhecer alguns parentes dele".


Para a família adotiva: Jose Bibiano de Almeida.
Para a família biológica: Bartolomeu, aos 45 anos
Para a família adotiva: Jose Bibiano de Almeida.
Para a família biológica: Bartolomeu, aos 69 anos


Informações: Ouricuri em Foco


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para acessar postagens mais antigas clique aqui

Para acessar postagens mais antigas clique aqui

6 anos levando a notícia com responsabilidade.

6 anos levando a notícia com responsabilidade.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...