Publicidade


quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Diário de Pernambuco destaca inauguração da Feira de Orgânicos, em Bonito

Matéria foi publicada na edição online desta quarta-feira (14).

A edição online do diário de Pernambuco, na coluna Local, publicou uma matéria sobre a inauguração do Mercado da Vida, um local onde abrigará produtos da Agricultura Familiar. O espaço será no antigo açougue público da cidade e promete vender produtos livres de agrotóxicos todas ás sextas a partir das 9h00. Acompanhe abaixo a metária na íntegra.



Município de Bonito inaugura mercado público voltado para agricultura familiar

O município de Bonito inaugura, às 9h da próxima sexta-feira, o primeiro mercado público para comercialização de produtos da agricultura familiar em Pernambuco. O Bonito Sustentável - Mercado da Vida vai ocupar o antigo mercado de carnes e também vai servir como espaço de vivências culturais, educacionais e artísticas, servindo como espaço de encontro entre produtores e consumidores que querem uma vida mais saudável e livre de agrotóxicos.

O Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) iniciou o projeto do mercado há cerca de um ano e meio com um trabalho de acompanhamento de núcleos de agricultores e agricultoras familiares da região de Bonito, com o apoio da prefeitura do município. Em outubro deste ano o projeto passou a contar com o apoio da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e do Coletivo Aimirim para a realização do trabalho, reforçando o objetivo de trabalhar a transição agroecológica nas propriedades dos agricultores na perspectiva da diversificação da produção, da produção orgânica e sobretudo do cuidado com o meio ambiente.

Em parceria entre as instituições e a Prefeitura de Bonito, o projeto tem ainda o objetivo de trabalhar com agricultores do entorno das áreas de proteção de mananciais do município, com o intuito de reconstituir a Mata Atlântica através de propostas de uso sustentável da floresta, como a implantação de sistemas agroflorestais, o turismo ecológico, a meliponicultura e os quintais produtivos.

De acordo com Ana Dubeux, membra do Coletivo Aimirim, pesquisadora do Núcleo de Agroecologia e Campesinato (NAC) da UFRPE e uma das idealizadoras do projeto, no primeiro ano, serão envolvidas 40 famílias para construir um espaço de comercialização de alimentos agroecológicos, estimulando a transição agroecológica de agricultores familiares e buscando articular a produção de alimentos saudáveis com processos de comercialização locais.

O Mercado da Vida deverá funcionar, inicialmente, todas as sextas a partir das 9h na Avenida Alberto de Oliveira, no centro de Bonito. O espaço também será um ambiente de debates, formação e diálogo sobre alimentos saudáveis, vinculando a produção, a comercialização e o consumo, também na ótica do estímulo à vocação turística da cidade.

Diário de Pernambuco




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para acessar postagens mais antigas clique aqui

Para acessar postagens mais antigas clique aqui

6 anos levando a notícia com responsabilidade.

6 anos levando a notícia com responsabilidade.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...