Publicidade


sexta-feira, 2 de setembro de 2016

João Diniz volta a presidir a comissão provisória do PROS, em Bonito

Partido participou das duas convenções partidárias no município no último dia 5 de agosto.


Divulgação
Uma briga que já durava um mês na Justiça Eleitoral acaba de ser decidida em favor da antiga comissão provisória do Partido Republicano da Ordem Social - PROS. O Juiz Eleitoral da 39ª Zona Eleitoral, Dr. Valdelício Francisco da Silva, acatou o pedido de Ação Declaratória de Nulidade de Ata de convenção com pedido de tutela de urgência requerido por Amaro Luiz de Lima Filho (Amaro Filho) e Jessicleyton José da Silva Estevam da Paz (Dó da Chapa), membros da comissão provisória do partido.

A confusão começou depois que o Partido teve uma nova comissão provisória formada e registrada no TRE-PE, nesta, constava o Servidor Público Gilsomar Silva como presidente na nova comissão. No dia 5 de agosto, o partido realizou a confecção de duas atas de registrou, na convenção partidária realizada pela Coligação dos candidatos pela situação e outra pela Coligação dos candidatos pela oposição.
Fonte: TRE-PE

Na Coligação da situação, o PROS registrou 6 candidatos a vereador, inclusive Almir Paulo com o número 90000, já na Coligação pela oposição, a outra comissão provisória registrou a candidatura de Lucas Eurico também com o numero 90000. A Justiça eleitoral deu o prazo cabível para que o candidato pela oposição informasse um novo número, não realizando o pedido da justiça no prazo determinado, o que fez com que a decisão do Juiz fosse a de indeferir o seu registro de candidatura.

Após esta decisão da Justiça Eleitoral, o Partido revendo a maneira errônea a qual foi realizada na convenção da majoritária do PTB, ficou determinado que a comissão presidida pelo senhor Gilsomar Silva fosse inativada, voltando a comissão provisória a ser presidida pelo senhor João Diniz da Silva. Com essa decisão, o registro de convenção do PROS na Coligação Juntos Para Bonito Avançar foi julgada extinta sem resolução do mérito pela ausência de interesse jurídico por uma das partes.

Com isso, o Partido republicano da Ordem Social - PROS, segue com a candidaturas de seus vereadores na Coligação União Por Bonito, representada por João Diniz, que apoia a majoritária da situação, apoiada pelo atual prefeito do Bonito.

Acompanhe abaixo a decisão do Juiz Eleitoral da 39ª Zona Eleitoral, em Bonito. Ou clique AQUI.


Fonte:TRE-PE


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para acessar postagens mais antigas clique aqui

Para acessar postagens mais antigas clique aqui

6 anos levando a notícia com responsabilidade.

6 anos levando a notícia com responsabilidade.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...