Publicidade


terça-feira, 13 de setembro de 2016

#DicasdaGabi - Hipertensão, consumo de sal e os diferentes tipos disponíveis no mercado



Responsável por 9,4 milhões de mortes no mundo, segundo levantamento da Organização Mundial da Saúde, a hipertensão arterial atinge 30% da população adulta brasileira, chegando a mais de 50% na terceira idade de acordo com estimativas da SBH (Sociedade Brasileira de Hipertensão).

De acordo com a nutricionista, Gabrielle Barros, o sódio, que compõe o sal, é essencial às funções básicas do organismo como regular o ritmo cardíaco e o volume de sangue no corpo, por exemplo, mas se consumido com moderação.


Reprodução: Internet

“Nosso organismo utiliza alguns recursos para se manter em equilíbrio. Se o mineral estiver em alta concentração no corpo humano, libera hormônios que podem causar retenção de líquido e inchaço. Esse efeito pode causar problemas no coração, elevando o risco de enfarte e de acidente vascular cerebral”, disse.

Segundo pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o sal de cozinha é responsável por 71,5% da ingestão de sódio pelo brasileiro. Atualmente, é possível encontrar no mercado, diferentes tipos de sais considerados mais saldáveis que são ricos em vitaminas e minerais além de conter uma menor concentração de sódio na composição.

Listamos alguns tipos de sais e seus nutrientes.

Sal Refinado:

É composto por uma mistura de 60% de cloreto e 40% de sódio, o sal refinado é o mais comum e o mais fácil de ser encontrado e é também um dos piores para a saúde. Por ser refinado, ele passa por processos químicos para ficar mais branco e perde suas propriedades boas durante esse processo. O ideal é usar pouco e substituir por outros sais.

Sal Marinho:

Praticamente igual ao sal refinado. A principal diferença entre os dois é o formato dos grãos. O primeiro é refinado e muito mais fino. O sal marinho, passa por um processo de refinamento mais rústico, resultando em grãos irregulares. Essa particularidade torna o marinho muito mais ‘salgado’ fazendo com que você utilize menos quantidade nas refeições diminuindo, portanto, o consumo de sódio por dia.

Sal Light:

Uma boa alternativa se você precisa controlar a hipertensão. O sal light possui um menor tempo de retenção no organismo e um sabor mais suave. Mas deve ser usado com cuidado tanto quanto os outros sais. Não é por ser light que dá pra abusar.

Flor de Sal:

A flor de sal é obtida na camada superior das salinas, antes de serem depositadas no fundo e virar sal marinho. A coloração acinzentada se dá devido à presença de ureia. Muito utilizado por chefs e em pratos mais requintados, também muito utilizados em pratos doces.

Sal Negro:

Procedente da Índia, o sal negro é composto por enxofre, portanto apresenta um forte sabor sulfuroso. Apesar de ser chamado de negro, apresenta cor cinza rosada, evidenciando sua origem vulcânica.

Sal do Himalaia:

Encontrado aos pés do Himalaia, região que há milhões de anos foi banhada pelo mar, o sal rosa é considerado o mais antigo e puro dos sais. O sal do Himalaia contém os mesmos 84 minerais e elementos que são encontrados no corpo humano. Ao utilizar este sal você está recebendo menos ingestão de sódio por porção do que o sal de mesa regular, porque é menos refinado e as peças são maiores. Portanto o sal do Himalaia tem menos sódio.

Sal de Ervas ou Falso Sal:

É composto por uma combinação de ervas e sal marinho. Algumas das ervas mais usadas no preparo são: alecrim, manjericão, manjerona, orégano, cheiro verde e sálvia. É a partir delas que o sal de ervas é feito, acrescentando apenas uma pequena quantidade de sal. A receita é uma parte de sal para três partes de ervas, ou seja, para cada 100 gramas de sal é preciso de 300 gramas de ervas. É possível encontrar nas ervas os fitoquímicos que é um dos principais grupos de antioxidantes.


Assessoria


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para acessar postagens mais antigas clique aqui

Para acessar postagens mais antigas clique aqui

6 anos levando a notícia com responsabilidade.

6 anos levando a notícia com responsabilidade.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...