Publicidade


domingo, 10 de julho de 2016

Genro manda matar a sogra na zona rural de Bonito

Marcilene era contra o relacionamento dele com sua filha de 12 anos. Vítima foi morta com um tiros nas costas enquanto assistia televisão.

A Polícia Militar de Bonito foi informada sobre um homicídio ocorrido no Engenho Humaitá, na divisa de Bonito e Cortês. O Sargento J. Antonio e os soldados Monteiro e Ivanildo Pereira, foram designados para a ocorrência e descobriram que a vítima, Marcilene Oliveira da Silva, de 33 anos, há algum tempo vinha tendo conflitos com o genro, Adriano Ferreira da Silva, de 22 anos, que vivia maritalmente com sua filha, uma adolescente de apenas 12 anos de idade.

Os policiais encontrou o acusado e o indagaram, onde o mesmo sentindo-se encurralado confessou que vivia com a garota há um ano na casa da mãe dela e como a sogra não queria mais que eles morassem juntos, ele combinou com o amigo, Jadielson Lima da Silva, de 27 anos para matá-la.

O acusado disse que durante a noite da quinta-feira (07) como combinado, o amigo foi a casa de sua sogra armado com a espingarda, ele abriu a porta e aproveitando que a vítima estava de costas a matou com um único tiro nas costas, em seguida o assassino foi embora e ele (o mandante) foi dormir com a filha da vítima como se nada tivesse ocorrido.

Diante do relato, os policiais foram a casa do assassino que estava no local, localizaram a espingarda e prenderam o criminoso. Os dois meliantes foram levados a delegacia local, onde foram autuados em flagrante, o Jadielson por homicídio qualificado e o Adriano por homicídio qualificado e estupro de vulnerável, em seguida foram encaminhados á Penitenciárias Juiz Plácido de Souza, em Caruaru.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para acessar postagens mais antigas clique aqui

Para acessar postagens mais antigas clique aqui

6 anos levando a notícia com responsabilidade.

6 anos levando a notícia com responsabilidade.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...