Publicidade


quarta-feira, 20 de abril de 2016

Gonzaga Patriota defende novas eleições gerais e afastamento de Eduardo Cunha

Deputado lamentou a paralisação do crescimento no segundo governo Dilma Rousseff.

Divulgação
Depois de votar favorável ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, o deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) usou a tribuna, nesta segunda-feira (18), para defender novas eleições e o afastamento de Eduardo Cunha.

O parlamentar fez um resgate histórico citando os avanços do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e lamentou o fato do crescimento ter paralisado no segundo mandato de Dilma Rousseff. 

"No governo do ex-presidente Lula, que durou 8 anos, o povo avançou nos programas sociais: o bolsa família; bolsa renda; Minha casa, Minha Vida e tantos outros programas sociais. No primeiro mandato de Dilma, ela ainda conseguiu continuar com os programas e avanços, mas infelizmente, no primeiro ano do seu segundo governo o Brasil paralisou. O número de desempregados no Brasil passou de 6,6 milhões, no trimestre de agosto a outubro de 2014, a 9,1 milhões, no mesmo período de 2015, além disso não podemos compactuar com as coisas erradas desse governo: mensalão, o dinheiro desaparecendo, empresa como a Petrobrás falindo. O povo passou a exigir uma solução", informou Patriota.

O socialista acredita que a saída para essa crise política e econômica sejam novas eleições gerais. "A solução que defendo são novas eleições gerais ainda este ano, já que vamos votar para vereadores e prefeitos, vamos aproveitar as duas propostas de emenda à constituição que estão aqui e votar para vereador, prefeito, deputados estaduais e federais, governadores, senadores e um novo presidente da república. E para que isso aconteça, a gente precisa convencer os deputados que o povo não aguenta mais ver o que está acontecendo nessa Casa", desabafou.

Sobre Eduardo Cunha, Gonzaga Patriota foi bastante incisivo e defendeu o afastamento do parlamentar, além de cobrar celeridade da Comissão de Ética no julgamento.

"E que Comissão de Ética é essa que está aqui? Com todo respeito, tem 4, 5, 6 meses para cassar o presidente dessa Casa e não cassa. Tem que cassar esse presidente, porque o Brasil não aguenta a Casa do povo brasileiro ser governada por alguém que mentiu e roubou", disparou.

Patriota finalizou o discurso solicitando que o Senado vote favorável ao processo de impeachment da presidente. "O papel da Câmara dos Deputados foi feito, espero que o Senado cumpra o dele também e faça sua parte e, não apenas tire Dilma para colocar Michel Temer, que a gente possa ter eleições gerais e que o Brasil possa votar em um novo presidente que possa olhar para os brasileiros e que tenha cuidado para não acontecer o que acontece aqui: essa roubalheira com o dinheiro do povo", disse.


Site do deputado




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para acessar postagens mais antigas clique aqui

Para acessar postagens mais antigas clique aqui

6 anos levando a notícia com responsabilidade.

6 anos levando a notícia com responsabilidade.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...